quarta-feira, 26 de janeiro de 2011

Projeto Xilogravura e Protagonismo Juvenil inicia suas atividades em Cananéia




Projeto Xilogravura e Protagonismo Juvenil inicia suas atividades em Cananéia

O foco principal do projeto é capacitar jovens do Ensino Médio da rede pública nas técnicas da Xilogravura

Por Bianca Cruz Magdalena
      Silmara Guerreiro

Apoiado pela Secretaria de Estado da Cultura, do Governo de São Paulo, pelo Programa de Ação Cultural (ProAC), em seu edital para Artes Visuais, de 2010, o Projeto Xilogravura e Protagonismo Juvenil, coordenado pelo artesão José Marques irá realizar no município de Cananéia, Vale do Ribeira, a partir de março, oficinas lúdico-educativas com jovens estudantes da rede estadual de ensino.
A intenção desta iniciativa é de capacitá-los nas técnicas de gravura em madeira - Xilogravura, para produzir peças que serão expostas gratuitamente na finalização das atividades, em setembro deste ano, em uma exposição sobre danças populares.
A partir de fevereiro será feita uma seleção prévia pela equipe técnica para a formação do grupo com 10 integrantes, que durante o projeto participarão das oficinas de aprendizagem e produzirão os painéis para a exposição.
A educação para a valorização da cultura é um importante instrumento para o desenvolvimento de projetos na medida em que mobiliza a população. Essa mobilização das pessoas gera ações positivas e cria condições propícias para a atuação em defesa da cultura. Isso é, ainda, mais importante numa região que tem na história, modos de vida, meio ambiente, cultura tradicional (indígena, quilombola e caiçara), dentre outras, um dos grandes potenciais de geração de renda e trabalho.
Para entrar em contato com os produtores escreva para o e-mail projetoxilo@gmail.com ou acesse o blog Xilogravura em Cananéia - http://xilogravuraemcananeia.blogspot.com/.

A Xilogravura
            Técnica de gravura na qual se utiliza uma madeira como matriz e possibilita a reprodução da imagem gravada sobre papel ou outro suporte adequado. É um processo muito parecido com um carimbo.
         Esta arte é de provável origem chinesa, sendo conhecida desde o século VI.    No Ocidente, ela já se afirma durante a Idade Média, através das iluminuras, pintura decorativa aplicada às letras capitulares e confecções de baralhos. Mas, até então, a Xilogravura era apenas técnica de reprodução de cópias. Só mais tarde é que ela começa a ser valorizada como manifestação artística em si.

Referências:
http://pt.wikipedia.org/wiki/Xilogravura